September 24, 2007

depois admiram-se por só terem 1,36 filhos cada uma

33 comments:

menina limão said...

LOL - só tu!

menina-alice said...

Mi tira dessi rôlo! Eu tenho menos que 1,36 filhos. Nem valho para essa estatística. :D

martalx said...

gosto de ler o teu post assim: 85% das mulheres portuguesas usam contraceptivos no Público :D

João Lisboa said...

Portanto, é razoável concluir que só 15% das mulheres portuguesas são católicas. Menos ainda: descontem-se ainda as estéreis e as que já passaram a idade fértil. Restam, prái 7 ou 8%. Afinal, até somos um país civilizado.

João Lisboa said...

Menos ainda: há que descontar também as gandamalucas.

martalx said...

não percebo essa lógica (embora me congratule com essa dedução): porque é que chegas à conclusão que as mulheres estéreis e as menopausadas não são católicas?

João Lisboa said...

Ooops, pois é... acho que fiz as contas ao contrário. Mas as gandamalucas são para descontar.

Ok, mesmo que dê 20% de católicas, ainda assim, não está mal.

martalx said...

nada mal, mesmo. já os senhores lá no vaticano, depois de lerem a notícia, devem ter logo contactado o patriarcado de lisboa com as mesmas continhas que acabaste de fazer e um plano agressivo de marketing para tentar recuperar uns quantos católicos ou evangelizar uns incautos.

menina-alice said...

Eu tenho essa fantasia, por acaso. De o Vaticano vir tentar repescar-me. Um padre com um registo do meu baptizado, da minha primeira comunhão, das promessas dos escuteiros e das vezes que fui à missa. Confesso que, se me deixarem comer as tapas dos gajos sempre que me apetecer, ainda penso umas duas vezes.

Anonymous said...

E onde é que vocês concluem que as católicas não usam a pílula? Não as conhecem (digo já: usam). Adoram Deus mas também gostam do bem bom.

menina-alice said...

Do The Meaning of Life dos Monty Python.

João Lisboa said...

"Adoram Deus mas também gostam do bem bom"

Não sabem mas já não são católicas. Dog works in mysterious ways.

N. said...

:D bela e angelical sequência de comentários. amor, religião e estatísticas.

martalx said...

alice, fiquei curiosa: fala-me dessas divinais tapas.

N. said...

São as hóstias, martalx. Eu nunca comi tal coisa mas a fazer fé no que ela diz são divinais.

martalx said...

ah!... (rosto cobre-se de vergonha e todos os postantes percebem em milésimos de segundo a falta de educação religiosa desta que escreve). pois, nunca homiliei. mas já desbundei hóstia nas barriquinhas de ovos de aveiro. e sao pecaminosas!

menina-alice said...

A seguir às crianças, as religiões são a melhor coisa do mundo. Eu também já desbundei com doce de ovos, mas confesso que a ideia que não me larga é de fazer um ensemble com leite condensado.

Teoricamente, claro, que não estamos com níveis aceitáveis de ponderabilidade.

martalx said...

uma dúvida, alice: leite condensado com hóstia? ou barriquinha de ovos maijoleite condensado? either way, mesmo que em teoria, qualquer uma das hipóteses era coisa que não desdenharia.

menina-alice said...

Com hóstia, Martita! A outra hipótese nem vou mencionar, porque acho que, só de escrever, deve engordar.

martalx said...

acho que vou passar o resto da tarde a pensar nessa hipótese de petisco. e eu que tenho tanta coisa para fazer...

João Lisboa said...

Apedeite: 70% das portuguesas usam a pílula mas 71% esquecem-se de a tomar (Público de hoje).

A conclusão escapa-me. Mas eu sofro de inumeracia.

menina-alice said...

Marta, eu já te disse que tu és má companhia, não disse?


Que há mais portuguesas a esquecerem-se de tomar a pílula que a tomarem-na? Posso confirmar que conheço montes de gente que se esquece de tomar a pílula.

Espaço do João said...

Com tantas contas esqueceram-se dos homosessuais e das lésbicas.

martalx said...

mas... mas... ó alice, o que é que eu fiz? o que é que eu disse? (inserir smiley diabinho sentado numa esplanada em aveiro a atirar-se ao ensemble hóstia/ leite condensado)

menina limão said...

martalx, aveiro? impressionante a quantidade de aveirenses que tenho vindo a descobrir pela blogosfera. quando comecei há uns meses, não conhecia nenhum e já visitava um bom rol de blogs.

menina limão said...

quer dizer, martalx até suponho que tenha alguma coisa a ver com lisboa...ah e tal.

menina-alice said...

A Marta, menina Limão, daqui a nada fica mais perto do diabinho e mais longe das terras todas e respectivas esplanadas... >:>

martalx said...

tem muito (mesmo tudo) a ver com lisboa, e rigorosamente nada a ver com aveiro. a não ser, claro, a já demonstrada reverência ao docinho de ovos embrulhado em hóstia. nham!

martalx said...

menina alice, veja lá em que termos se dirige à sua mestra (eu não queria puxar dos galões do cinturão negro em ioga, mas levaste-me a isso - inserir smiley angelical com forquilha escondida atrás das costas)

menina-alice said...

Tu não serias capaz, Marta... [smiley com a asana do barco]

martalx said...

:o alice! tu... tu estás a desafiar-me?

menina-alice said...

Não, não, não!... Longe de mim! Era só uma espécie de chicotada psicológica. Sabes que há pessoas que se habituam a ser ídolos e depois desleixam-se: deixam de fazer a respiração correctamente, não fazem o mula bandha (ou root lock para os ignaros que nos lêem)e as posturas ficam tortas. Eu não quero que seja assim contigo! Quero que continues a ascender.

martalx said...

ufa, afinal é só preocupação saudável com os meus asanas e bandhas. é que, alice, por momentos assustaste-me. quero deixar-te aqui a minha palavra de honra que esta mestra nunca te deixará ficar mal. aperfeiçoamento contínuo é o meu lema.