September 05, 2007

incentivos à natalidade?

Acho que bastava haver escolas, não é?

Quer dizer, mesmo considerando que esta perspectiva possa ser algo redutora porque se baseia na minha experiência e nas que me estão próximas, o facto de se ter de pagar entre 400€ e 500€ por mês num colégio porque as escolas não têm vagas e de os filhos seguintes beneficiarem apenas de um desconto de 10%, pode ser inibidor da procriação, não? Quando o meu filho nasceu, não tive alternativa a pô-lo numa creche privada, porque todas as que são do Estado não tinham, nem iam ter nos dois anos subsequentes, qualquer vaga.

E depois há quem ganhe o suficiente para não ter direito a qualquer subsídio, mas não para ter mais de 1,41 filhos, ou mesmo 1,36. Ainda que se ganhe um bocadito menos que o demais, o montante para o escalão máximo do subsídio, ou seja, o montante menor que se recebe, são 32,28€, que servem exactamente para quê, para pagar o quê? O máximo que se poderá receber são 130,62€, que, se considerarmos o primeiro escalão actual, será entregue famílias cujo rendimento mensal seja de 198,93€. Não há dúvida que é quase o dobro, mas como vivem famílias que vivem com 329,55€ por mês?

Ou então estou realmente com uma valente mona e percebi isto tudo mal.

3 comments:

alex said...

percebeste bem, é só mais uma cena para gozar o pessoal.

Scarlata said...

Sim, é uma piada... Aqui é o mesmo pagode. :§

margarete said...

:/