September 04, 2007

reflexões felinas - aniversário - retrospectiva


Reza a lenda que eu e os meus irmãos fomos abandonados pela minha mãe pouco depois de nascermos. A Dra. da Clínica disse que foi uma senhora que gosta muito de animais que nos recolheu, mas que não podia ficar connosco porque já tem lá muitos gatos em casa. Deixou-nos, então, ao cuidado da Dra., que é um bocado chalada, mas tem bom coração. Certo dia, acordei de manhã e senti que ia acontecer algo diferente. Era Sábado e, lá mais para o final da manhã, apareceram ao pé da nossa caixa, um senhor, uma senhora e uma criança lindíssimos - cheguei a pensar que seriam o produto de uma qualquer experiência científica que juntara os mais belos e poderosos genes - e apontaram para mim. Depois fui à consulta, portei-me muito bem e a Dra. disse aos meus donos que eu era uma gatinha saudável e que, como era dia 4 de Novembro e ela achava que eu tinha 2 meses, fazia de conta que eu tinha nascido a 4 de Setembro. Quem sabe se não foi mesmo nesta data?

Pensava eu que esse era o dia mais feliz da minha vida! Mas não. Cada um é melhor que o anterior na casa dos meus donos (leram? eu digo casa dos meus donos, porque sei que são eles que têm o controlo do processo produtivo e que eu não mando pevas, mas não me importo - a nossa cena é de amor e não de poder e com o poder vêm as responsabilidades e eu prefiro esta lãzeira em que me espreguiço). Bem, já deu para topar que tenho uma vida faustosa e regalada. Claro que sei que agora ando a largar muito pêlo, mas acho que um dia destes a minha bela dona me vai dar uma banhoca das antigas e me vai pôr daquela máscara anti-queda da Organics, que, comprovadamente, reduz a queda de pêlo em cerca de 80%.

Hoje, o que me apetecia mesmo era uma daquelas saquetas de camarão ou salmão. A ver se os donos se lembram...

17 comments:

N. said...

LOL
mas que bem fala, D. Noémia!

E até já se ouvem uns zumzuns sobre comemoração de aniversário, veja lá, D. Noémia, que a minha Panolas que tem dia de nascida anotada no B.I. canino, e sem erros, nunca teve direito a tal coisa.

lisabel said...

Bem, este discurso da gatinha comoveu-me : )

margarete said...

:D tá tão parecida com o primo mai'velho (proporções exclusivé) ele manda beijos!

lindo texto, todo! para citar e comentar, tinha de o copiar td para aqui :P

tb faz de conta que o manji nasceu a 15 de fevereiro :P

João Lisboa said...

Muitos parabéns, D. Noémia!

Bowie, Matilde, Cowboy e Diogo (com quem, aliás, já teve o prazer de confraternizar, durante alguns dias, há meses), gatos bem nascidos, de pais - Gueixa e Gattuso - e data de nascimento claramente identificados e de aniversário também muito próximo (Virgens de signo, como a D. Noémia), enviam-lhe as mais vivas e lambissocadas saudações felinas.

Que conte muitos!

menina-alice said...

Oh... Obrigada a todos. Transmitirei vossas mensagens enquanto Dona Noémia estiver quase sem fôlego a devorar saquetas de comida húmida com sabores das mais diversas e saborosas iguarias.

saturnine said...

bem, junto-me ao coro de comovidos. que lindo posts. :) os nossos parabéns à Dona Noémia. bem se diz que os gatos são inteligentes e perspicazes... olha se ela não reconheceu logo o glamour da família-alice. :')

António Pires said...

Parabéns enviados pela minha Xiska Lariska (sim, sei que o grafismo de Chisca Larysca é sempre diferente mas ela ainda está, resignadamente, à espera do Acordo Ortográfico 2008)...

Jorge Mourinha said...

D. Noémia mais uma vez demonstra a incomparável inteligência da espécie felina ao dar a entender à sua humana favorita que ela (humana) é que manda, com liberal uso de elogios para a amaciar, enquanto na realidade é ela que está em absoluto controle (repare-se como a saquetinha de camarão ou salmão apareceu exactamente no momento certo...). Tiro o chapéu a D. Noémia.
Um grande renhau de parabéns de D. Diogo.

N. said...

Ora aí está, Jorge! Precisamente.

martalx said...

gattuso e cowboy, desta vez por via da sua escrava (sim, lá em casa não há dessas modernidades de gatos se sujeitarem a caprichos de donos. é tudo à antiga e como deve ser) reforçam o seu voto (atrasado) de parabéns à D. Noémia, e convidam-na a estar presente no 1º aniversário da Ninhada no próximo dia 14 de Setembro.

menina-alice said...

Mais obrigadas aos novos parabenizadores. Mesmo áqueles que acreditam que os gatos querem mandar e não passear no Mundo, permanentemente inúteis e zens. Dona Noémia ontem deliciou-se com uma patézinho de bacalhau, após o que permaneceu várias horas com a sua proeminente pança encostada ao soalho, quase impossibilitada de se mexer enquanto a digestão se não findasse.

João Lisboa said...

Mas é precisamente por se passearem no Mundo permanentemente inúteis e zen que eles mandam.

É preciso explicar-te tudo...

menina-alice said...

Eles curtem. Não mandam. Mandar é mau. Mandar dá trabalho. Quem não trabalha, não está a mandar. Vós, os que se dizem subalternos, é que imaginam ambiciosas intenções em criaturas que não têm ambições senão as do repouso e da ração.

Agora te digo, caro amigo, Dona Noémia esteve ontem, placidamente deitada, por mais de meia-hora, na varanda da minha sala. If you know what I mean. Está a chegar onde eu quero.

alex said...

parabéns a D. Noémia, dos felinos de alex.

João Lisboa said...

"Eles curtem. Não mandam. Mandar é mau. Mandar dá trabalho. Quem não trabalha, não está a mandar. Vós, os que se dizem subalternos, é que imaginam ambiciosas intenções em criaturas que não têm ambições senão as do repouso e da ração".

Mas tu escreves isso e não consegues ver o alcance do que escreveste?

É isso mesmo: eles MANDAM sem trabalho nenhum! Just by BEING THERE!!! E, se tu mandasses - agora, não estou a falar nas criaturas felinas, quero dizer mandar-mandar - o teu objectivo essencial (os outros decorrem, naturalmente, desse) não era também assegurar, SEM MEXER UMA PALHA, "o repouso e a ração"?...

menina-alice said...

Onde estão os senhores que te puseram numa sala de cinema, dias a fio, com umas pinças a abrir-te ojolhos e uns braços mecânicos telecomandados a dar-te taças de cereais de marca branca à boca? Diz-me onde estão que eu acerto-lhes uns açoites!

mio said...

Muitos parabéns, Dona Noémia. E olhe, para a queda do pelo o melhor é Alerdrops. Peça à sua humana na próxima visita ao vet ;)