January 18, 2008

paz à sua alma



Lutou até ao fim. Suponho que não aguentou mais. Os excessos da era pós-cigarro podem ter ditado a grama final.

10 comments:

Scarlata said...

Amen!

Ahahah como te compreendo... ;DDD

Ana Cristina Leonardo said...

nem vou comentar... como fumadora seria feio

menina-alice said...

Scarlata?...

Tu estás a falar com a minha falecida balança?

Ou estarás solidária com esta minha circunstância mais - digamos - mediterrânica?

menina-alice said...

E pronto! Quase em simultâneo mais um post enigmático. Tu estás a dizer exactamente o quê, Cristina? Revela que eu preciso de seres solidários. :D

N. said...

que absurdo, Alice, os mecanismos não se cansam, só nos lixam a carteira em casos de morte súbita.
De todo o modo, ainda que se cansassem, não seria um gramita a mais ou menos que lhe faria diferença quando se trata de um peso pluma cinturão negro (era negro?)

N. said...

a não ser que lhe tenhas saltado em cima com muito afinco... foi isso?

menina-alice said...

:D Nunca cheguei ao negro. Preguiçosa parei antes. Agora já saltei para cima da balança com afinco. Confesso que até a mudei para o quarto e que lhe ando a fazer umas emboscadas. Nada como um electrodoméstico estragado para nos divertir, amiga. Sobretudo se for um que nos deu desgostos.

Scarlata said...

Claro que estava a ser solidária com a tua circunstância mais mediterrânica, fogo que mal pensante, até parece que nao sabes que o mesmo mal me aflige...:(

menina-alice said...

Não estava a mal pensar. Era um pedido descarado de solidariedade mediterrânica. :D

Scarlata said...

Ah Ecco!;D