January 30, 2008

tudo o que a Suécia nos dá

Sobretudo gosto de não comprar logo. Não ceder ao impulso. Vir para casa repensar e quase ter fé que, se for para mim, vai estar lá à minha espera. Um misto de control-freak com santinha da ladeira, é o que é. Isto tudo para perguntar: dir-se-à iquêá ou iqueia?

10 comments:

João Lisboa said...

O sueco não existe. É lá uma língua deles e só deles. Não temos que nos preocupar com arrebiques de pronúncia: atiramos-lhes para cima com os nossos muitos milhões de falantes do português e eles, esmagados pelo gesto imperial, nem piam.

IQUÊÁ.

angela said...

«iquia»
:)

menina limão said...

já houve blogger a questionar-se com direito a explicação. já não me lembro da resposta, por isso é procurar no http://pif-paf.blogspot.com/.

menina-alice said...

Também digo IQUÊÁ. Mas ouço tanta gente a dizer IQUEIA (e pessoas que respeito e admiro), que fico sempre na dúvida. Essa postura snob e sobranceira parece-me perfeitamente adequada e devo ir adoptá-la. No entanto, não deixo de ficar curiosa, mas não encontro nada neste blog, Limas! Só tem uns poucos posts, todos deste mês...

Scarlata said...

IQUÊA, sem acento no a se faz favor. :O

Eu também faço essa cena , mas depois fico a matutar e enquanto nao volto para comprar nao descanso.

;)

pennac said...
This comment has been removed by the author.
pennac said...

É só para dizer que discordo do Lisboa. O sueco é uma língua muito representada nos filmes educativos para adultos da década de 70, que como todos sabem tiveram difusão universal.

menina limão said...

ah pois...ele apagou os arquivos...e ainda por cima eram os arquivos a única coisa que ele tinha de bom. é que o blog descambou.

N. said...

este post e esta caixa de comentários fizeram-me rir cumo carago!
:D

menina-alice said...

"Eu também faço essa cena , mas depois fico a matutar e enquanto nao volto para comprar nao descanso."

Já comprei. :D Aliás, o meu papá comprou-me e já dá grande serventia. :)