April 15, 2008

reflexões na blogosfera - entre o doméstico e o homicida

O sítiondéquetrabalho é como o Algarve: só terraplanando e começando do zero.

Confesso que tenho dificuldades de aprendizagem com o Print Screen. Ou então, existe mesmo uma conspiração internacional contra mim. Ou é o Print Screen que não existe.

Confesso ainda que hoje de manhã, quando passei ao lado e vi, no seu estertor de morte, um gato amarelo tigrado e gordo que, provavelmente, tinha acabado de ser atropelado, me lembrei de uma ou outra pessoa que conheço e cuja existência é vã e inútil. Se considerarmos que isto (o mundo e isso) pode ter a ver com um sistema de ocupação de vagas de número fixo, o meu raciocínio não significa que me esteja a tornar numa fundamentalista de gatos. Pode ser só pragmatismo, que é uma coisa má e oportunista mas que, na prática, tende a resolver a coisa a contento de quem o usa. Ou, pelo menos, ajuda a justificar a apazigua conflitos de consciência.

Não acredito na balança da minha nutricionista. É coincidência a mais ter 1,3 kg a mais que a minha balança de casa (que é novinha e tecnológica p'ra xuxu) e que a do ginásio (que é, lá está, uma balança de ginásio). Tenho para mim que é método para me manter cliente. Para corroborar a minha teoria, note-se que ela me deixou comer massas uma vez por semana. Por outro lado, eu tenho comido sempre massas e até mais que uma vez por semana, desobedecendo de forma continuada e militante... Vou mantê-la sob observação. À nutricionista.

Será mesmo pecado pensar em coisas más que podem acontecer às pessoas grávidas?

Parece que os National também vão a Guimarães. Também é melhor eu ir em breve para perceber porque é que se vai a Guimarães.

Estou a fazer sopas cada vez mais saborosas e saborosas apesar de não lhes adicionar a batata. Chegará o dia em que começo a gostar de cozinhar? Isto por falar em xuxu.

Quase não sei o que se passa na blogosfera, mercê do trabalho que me inunda a secretária e da quase imobilidade a que tento votar-me em casa. Só os DVD's do CSI vão cedendo à desejada imobilidade doméstica.

O gato de hoje de manhã deve ter morrido por causa do trânsito do Estoril Open, que todos os anos aparece no meu caminho. Admita-se que a organização tem melhorado sempre e que, actualmente, não há um carro para exemplo estacionado no meio da estrada. Conseguiram confinar os betos aos parques de estacionamento, feito que só merece elogios. Auto-regulação beta.

Um dia alguém me vai explicar do que consta a avaliação dos professores.

18 comments:

Pedro said...

:D

dolphin.s said...

"só terraplanando e começando do zero"

várias vezes. just for fun. ;)

pennac said...

Estava a começar a ficar preocupado. Até pensei em fazer um post no "outro" blogue a respeito. A sério.

menina limão said...

isso é que é voltar em grande. chiça! tu, sim, fazes-me rir.

"Vou mantê-la sob observação. À nutricionista." :p

isso dos National era para eu ficar contente? ok, conseguiste. :)

(mas se for como aconteceu com o concerto de lisboa, quando eu estiver preparada para desembolsar, já não há bilhetes)

Scarlata said...

Saudaçoes cordiais de uma companheira de sofrimento - Hoje estou mais perto de cometer um omicidio.

Bom resto de semana!

pennac said...

Omicídio é assim tipo, quer dizer, assassinar um pacote de OMO? :)

Nick said...

Confesso que tenho dificuldades de aprendizagem com o Print Screen. Ou então, existe mesmo uma conspiração internacional contra mim. Ou é o Print Screen que não existe.

Tu podes não ver o PrtScrn, mas ele existe.
Que se passa? quen ai elpe?

Célia said...

Fazes muito bem, a cena do CSI...espero é que não seja aqueles derivados nojentos, máiame e nóvaiorque.

Tás a ber que seasons?

Hoje foi anunciada mais uma baixa para a Season 9, o Warrick. Estou numa desconsolação que só visto.

menina limão said...

"Também é melhor eu ir em breve para perceber porque é que se vai a Guimarães."

isto quer dizer que há partida não percebes porque é que se há-de querer ir a Guimarães? Que se não fossem os National, não se equacionava Guimarães como hipótese de percurso?

Ana Cristina Leonardo said...

O sítiondéquetrabalho é como o Algarve: só terraplanando e começando do zero.

Oh Menina-Alice, isso é ignorância. Poderia explicar-lhe que ainda há lugares impolutos lá no Sul, mas, na verdade, convém mantê-los secretos.

Isto por falar em xuxu.
Flocos de aveia integral também é óptimo para engrossar sopas. Mas a de couve-flor nem sequer precisa disso. Basta a dita e alho francês triturados. Claro, o segredo está depois nos coentros ou na hortelã

menina-alice said...

D., hoje já me passaram coisas tremendas pela cabeça. Vi muito gore na adolescência e fez-me mal. :D

Sossega, pennac, é só preguiça. O povo é sereno.

Fazer-te rir, sim, é em grande, oh limonada. Eu fui a Guimarães uma vez, devia ter uns 13 anos (há pouquinho tempo, portanto) e não me lembro de aquilo ser revisitável, mas pode ter sido da adolescência... O concerto dos National lá no berço da nationalidade, só custa 10 aérios.

Scarlata, és das poucas que entende a minha psi-homicídiologia. Solidarnosc para ti.

Nicks, thanks, a D. já me ensinou que o prtscr sozinho não funciona, precisa de mais uma ou outra tecla. Por estes dias, parece-me já conseguir dominar a arte.

Célita! Claro que é o CSI Grisso! Se bem que me divirto largo com os óculos do Horatio. Se não estiver a dar outra série, papo a cena, com o exagero do photoshop de Miami e tudo.

Ana Cristina, suponho que sabemos ambas de que Algarve eu falo. O resto, o impoluto, é pequenino e já vou conhecendo boa parte, felizmente. Decerto conhecerá melhor que eu, mas partilharei o que "tenho" de bom grado. Obrigada pelas dicas da sopa. Aproveitarei quando puder comer cereais ou couve-flor. Sim, sim, tenho legumes proibidos...

menina limão said...

Então falavas mesmo a sério. Os 13 anos...a altura do período aparecer, das maminhas a despontar, das hormonas malucas como um radar em localização do sexo oposto...tudo explicado. Uma pessoa não pode confiar nos juízos de valor que fazemos em alturas de transtorno. Guimarães tem um dos centros históricos mais bonitos do país, está realmente bem tratado. Os arredores podem não ser muito abonatórios (não sei), mas o centro é lindo.

menina limão said...

ah, aquilo era tudo fachada. já tenho bilhete para os National. :p

glooka said...

lindo mesmo. dá gosto andar no centro histórico de guimarães à noite, com as pessoas todas na rua. mui galiza. grande vida nocturna, além de uma oferta cultural crescente, que tem como base dois centros culturais bastante activos. um clube que saltou da segunda divisão para a liga do campeões, lol, e claro, a capital da cultura da europa em 2012. sinceramente, acho guimarães A cidade portuguesa dos próximos cinco anos.

saturnine said...

por acaso também fiquei com cara de "?" com essa cena sobre Guimarães. e eu conheço mal. mas raio de cidade bonita. (e claro, também tenho concerto para The National, não vá o da Aula Magna ser fraquinh... cof cof cof.)

menina-alice said...

Vocês grizam-se todos uma beca grande com esta minha mania de falar mal de terras de forma gratuita e despropositada. Estava a rênar. Eu só me lembro de ter ido a Guimarães por causa das fotos do meu pai. Claro que a cena fixe disto tudo é que vocês se descoseram e eu fiquei a saber que, se algum dia passar perto, não deixarei de espreitar.

Sempre alerta!

menina limão said...

:p

lebredoarrozal said...

alicinha, bora, eu vou ctgo a guimarães:P