May 17, 2008

ossos

Para contrapor às coisas-que-não-são-nada-o-que-se-calhar-ainda-é-pior, expliquei-lhe, muito resumidamente, que, das 33 vértebras que equilibram o sentido ascendente da minha coluna vertebral, 17 são minhas, 16 são do Pedro; nas minhas mãos, divido com ele - quase 50/50 - os 27 ossos do carpo, do metacarpo e das falanges; 12 costelas são minhas e as outras 12 dele. Isto para não falar dos ossos dos pés. Todos estes, os fios em que me trago marionete e mestre-bonecreira. Porque não conseguiria crescer ou respirar fundo sem algo muito maior que eu à minha volta. E nunca poderia ser mais ou menos ou assim-assim. O resto é came so far for beauty.

Hoje, por exemplo, lá para o meio do concerto, soube que o Camané iria terminar com o Complicadíssima Teia e que o meu coração iria desatar a galopar por mim adentro. Até lá, mesmo sabendo que a sala estava rendida à partida, nunca poderíamos prever o arrebatamento que nos contagiou de silêncios suspensos e embevecidas explosões catárticas, alternando emoções e apneias.

Rendição sem condições / eis a minha rendição, cita David Ferreira o seu pai, David Mourão-Ferreira, no programa do espectáculo. Rendemo-nos sem condições aos amores inteiros e todas as vidas merecem (pelo menos) um amor sem estremas e todos os amores são credores de palavras e de pautas e de cores que lhes denunciem formas, que lhes esbocem e esbatam contornos, que os propaguem no espaço e no tempo.

Não saberia descrever a espessura do ar que encheu a espaços o Coliseu hoje à noite, ou a imponderabilidade da incerteza que nos suspende sempre até ao último acorde de cada uma das canções que o Camané canta, mas sei que o silêncio do fim, é o silêncio que tenho.

Alinhamento
Sei de um rio
Mais um fado no fado
Lembra-te sempre de mim
Tudo isso
Mar impossível
Dança de volta
Bicho de conta
Fado sagitário
Antes do grito
Te juro
Quadras
Este silêncio (com Carlos Bica)
Asas fechadas (com Carlos Bica)
Instrumental (com Carlos Bica)
Senhora do Livramento
Eram morenas tuas mãos
Sonhar durante o fado
Marcha do Bairro Alto
Brado
Mote
Triste sorte
A noite e o dia
Ser aquele
As palavras

Encores
Ciúmes da saudade
Saudades trago comigo
Sei de um rio
Maria
A minha rua
Complicadíssima teia

5 comments:

escuta said...

:')

Bela cura para a ressaca hein?

João Lisboa said...

"das 33 vértebras que equilibram o sentido ascendente da minha coluna vertebral, 17 são minhas, 16 são do Pedro; nas minhas mãos, divido com ele - quase 50/50 - os 27 ossos do carpo, do metacarpo e das falanges; 12 costelas são minhas e as outras 12 dele"

1) portentosa metáfora ortopédica;

2) em termos de potenciais hérnias, como funciona a partilha vertebral?

3) isso não cria problemas no que respeita ao alinhamento dos chacras?

Sempre a considerá-la.

alicinha said...

1) Dizes isso a todas, pá. Mas, vindo de ti, sabe sempre bem.

2) É para o bem e para o mal. Lombalgias aqui não são para meninos.

3) O alinhamento dos chacras é pré-requisito. Por exemplo, a cena das 1000 flores, dá sensivelmente 500 a cada.

4) Reparo agora que ignoraste as referências ao fabuloso concerto que perdeste... Ou estarás em negação?... >:>

dolphin.s said...

quem ficou de respiração suspensa do principio ao fim deste post, fui eu.
não são só carne. são brisa.

alicinha said...

:)***