July 17, 2008

e voltar a falar naquele telemóvel?...

Ao contrário do que poderia pensar-se, a vida de um jornalista não é fácil. A propósito, leia-se a (não) entrevista na Visão de hoje ao Lou Reed.

2 comments:

rui g said...

O jornalista (?!) da Visão à terceira pergunta (que era a repetição quase integral da 1.ª e da 2.ª) já estava arrumado. Só o pobre coitado é que ainda não tinha percebido. Mandam jornalistas perfeitamente imbecis entrevistar o Lou Reed e depois queixam-se do feitio do homem...
E a pergunta «Aos 66 anos, como é um dia perfeito (sim, é isso, a velha canção "Just a perfect day" -para si?» entra directamente para a lista das 10 maiores anedotas do ano musical. E as questões sobre as referências musicais e literárias lusas não lhe ficam atrás. Devida e merecidamente humilhado, mas por culpa própria. P.S: E o Lou Reed disse uma grande verdade que ainda não ouvi da boca de ninguém: Ainda não consegui perceber porque é que toco na mesma noite que o Leonard (Cohen).

Mr. Steed said...

descanso a minha mala. o senhor acima disse tudo o que eu pensava sobre o assunto. obrigado porque hj não me apetece lá muito escrever.