August 10, 2008

Património - Philip Roth

De permeio com passatempos, revistas e jornais, melhor ou pior lidos nas praias, nas piscinas e nas esplanadas, foi o Philip Roth, na sua cruel clarividência e invejável psicanilidade que me prenderam os olhos e libertam o peito do futuro dolorosamente próximo do regresso ao trabalho. De bom grado trocava duas semanas de abstinência do aieuaieuaieu laboral que me ajuda a acordar de segunda a sexta por duas horas a ouvi-lo falar para mim.

(eu ficava calada a ouvir, entenda-se. paralizada em timidez e adoração)


SHE
Are you interviewing me for a job?

HE
Yes, I'm interviewing you for a job.

SHE
What job?

HE
The job of leaving the husband who adores you and coming to live instead with a man you can read aloud to.

Philip Roth, Exit Ghost, 2007

2 comments:

Carla said...

*sigh

menina alice said...

É impossível não ficar por terra, não é?