January 19, 2010

quotidiano

Lá no sítiondéqueutrabalho há pessoas que se acham com o encargo de refilar. Refilam, como todos os refiladores convictos, por apenas duas razões:

por tudo e por nada.

Refilam porque não mandam e porque obedecem. Refilam porque trabalham muito e porque não têm trabalho. Refilam quando não estão a trabalhar e porque os outros não trabalham. Refilam por mais duas razões afinal:

porque sim e porque não.

As pessoas nos trabalhos refilam porque reparam que os outros não trabalham. E reparam nisso quando não estão a trabalhar. Também saberiam fazer melhor que os outros fazem se estivessem no lugar deles e não querem que ninguém pense que era nesse lugar que queriam estar. Até julgam que nem lhes passa pela cabeça. Nos sítiosondécaspessoastrabalham, os dias inteiros, meses seguidos, ano após ano, há pessoas que nem reparam que, quem estiver a reparar, lê o que sentem como se fosse transparente.

Não há conclusão a tirar, não há moral da história. A natureza humana é apenas o que é, esquecida que partilha um planeta, distraída na esperança de convencer que a imagem que o espelho lhe devolve é a verdade que reflecte.

6 comments:

Pedro said...

Gotta love this girl

As pessoas do sítiondéquetrabalhas não sabem a sorte que têm. Beijos

menina alice said...

:)***

dolphin.s said...

bery true.

and you do not love alone ;P

João Lisboa said...

Não era "ondéqueutrabalho"?...

(tens um "por" repetido na 1ª linha)

menina alice said...

Vénia grata, olissipa criatura. Rectifiquei ojerros e até fiz um upgrade para sítiosondécaspessoastrabalham. Fica mais credível e até verosímil.

Dolphina, foram antes, mas os beijos ficaram logo para ti também.

maria manuel said...

parafraseando Chico (bom escutar esta música!), "todo o dia eles só pensam em refilar, todo o dia eles não não páram de refilar, e depois..."