February 03, 2006

vermo-nos nos outros

Deve ser um dos motivos porque lemos, ouvimos, conversamos: encontrar nas palavras dos outros, palavras que nos traduzam. Hoje aconteceu-me e nem sei quem escreveu.

21 comments:

Ana Alves said...

Por acaso até sabes. Só não sabes que sabes. É aquela cena da complicadíssima teia >:>

Ana Alves said...

(o meu teclado é um túmulo, evidentemente)

menina-alice said...

Assim é complicadíssima e misteriosa. ;) É certo que fiz o passeio alegre pela tua mão, mas daí a saber não sabendo...:)

Ana Alves said...

O Dr. também deve dizer-te algo enigmático se ler isto.

menina-alice said...

Pois,isso também já percebi. Mas, como sabes, se lhe apetecesse, mesmo que não soubesse quem era, dizia algo enigmático. Ele acho que fica estiloso. >:> :D

Dr. Scepticu said...

(ok, não sei como mas a conversa já está outra vez a tombar pró meu lado. Que mania...)

A Alice cita pessoa que não conhece? Que inconsciente. Tanto quanto sabes até podia ser o Hitler!

Ana Alves said...

Eu sabia que te ias fazer de desentendido >:<

Ana Alves said...

És uma VÍTIMA!

Dr. Scepticu said...

>:>

Acabei de reparar no link que há lá em cima que diz 'Collapse comments'. Tenho estado a brincar com ele. Collapse, Show, Collapse, Show, Collapse, Show...

O blog é do Manuel Luís Goucha, Alice. Pronto, já disse.

N. said...

assim de repente, e só de ler uma coisita, parece-me saber quem é o ponto do «passeio alegre»
Devia mesmo - e por uma vez só - testar a veracidade destas minhas intuições parvas, antes que considere a hipótese de recorrer a um profissional dos problemas dos outros com hora marcada.

Dr. Scepticu said...

n., também acho que devias requerer ajuda. Sabes que estamos aqui para o que for preciso, ok?

N. said...

ok, scepticu, chegaste-te à frente, vou usar-te como verificatário (esta palavra não existe, mas não me ocorre agora nada melhor)

Ana Alves said...

O Manuel Luís vai odiar-te por teres revelado o segredo do seu nick "." e do seu blog na internet. Agora nunca mais nos vai convidar para jantar. Espero que estejas satisfeito, Dr.

Anonymous said...

eu já tinha lido isto, não lembro pela mão de quem…

ser, aos olhos dos outros, uma coisa, definida, definitiva, é redutor e poder-se-á pensar: mostramos sempre a mesma faceta, o mesmo estado de espírito, independentemente das marés interiores? ou são os outros que só se detêm numa faceta, numa disposição, numa atitude nossa?

margem

Anonymous said...

e tens razão, Alice, esse é «um dos motivos porque lemos, ouvimos, conversamos».

margem

Anonymous said...

Ana, além de snifares CDs do david Fonseca, jantas com o Luis Manuel Goucha? tss tss

margem

menina-alice said...

Tudo isto é uma imensa coincidência. Eu descobri tudo por causa de uma grande árvore.

Ana Alves said...

Sim, margem, e ele faz sempre pratos à base de batata >:>

Ainda não percebi que descobriste tu, Alice, mas vou averiguar.

. said...

estão a falar de mim? pensei que esse assunto já estivese ultrapassado. cambada de imbecis B'(

menina-alice said...

És tu, Manél Luís? >:>

. said...

claro que sim. sabes, eu sou um bocadinho básico nesta coisa dos blogs B( queria registar 'a praça da alegria' e saíu-me o 'passeio alegre' B(