June 16, 2006

de como não ensandecer com calma

Sabe-se muito bem que Deus cala, que é um mestre do silêncio, que ouve todos os pianos do mundo.


Enrique Vila-Matas, in Bartleby & Companhia

naoki mitsuse

Ouvir todos os pianos do mundo é a mais ensurdecedora perspectiva. Só se se existir e se for transcendente se conseguirá suportar ouvir todos os sons, todas as notas, todas as pausas de todos os pianos do mundo.

Quando li esta frase e a partir do momento em que se recusou a abandonar-me, passei a compreender que talvez seja por isso que quem tem certezas divinas, adora cegamente e sem perguntas. Ainda que lhes não ocorra que Deus ouça todos os pianos do mundo, decerto sentem que, não obstante permanecer mudo, não pode ser cego e surdo das suas súplicas.

1 comment:

N. said...

e ainda que não se cumpra o suplicado, as pessoas aceitam, sem perder a fé, como tendo sido a sua vontade; desses, talvez, haja quem se interrogue se a nota lhe chegou em condições, ou se houve outro piano mais afinado que, num momento de grande azar, se tenha sobreposto.