May 24, 2007

boletim médico

Dona Noémia encontra-se bem. Correcção: encontrar, ainda não se encontra muito porque os membros traseiros estão rebeldes. Ontem à noite, depois de muito mimo e reforço positivo lá se abalançou ao wc e comeu um pedaço do delicioso patêzinho adquirido especialmente para a ocasião (ministrado digitalmente, como é óbvio). Depois de várias tentativas, em que tombava em peso para o chão, voltou a levantar-se e foi, formosa e não segura, ocupar o seu puff na sala, onde pernoitou. De manhã, já tinha subido para o sofá.
Só miou quando, no meio das tentativas de se içar, prendeu uma unha na rede que tão sensualmente lhe envolve o corpo. Se sofre, é em silêncio. Uma estóica, é o que é. Há-de pontificar em lendas lidas aos gatinhos de todo o mundo nos tempos vindouros.

5 comments:

margarete said...

:)
passarei a mensagem de melhoras ao primo Manjerico


p.s. "patêzinho adquirido especialmente para a ocasião (ministrado digitalmente, como é óbvio" lido isto de ti, quase diria "tenho esperança na humanidade" :P

dolphin.s said...

espera mas não desesperes >:>

mio said...

Infelizmente todos os gatos sofrem em silêncio e muitas vezes os donos nem se apercebem que eles não estão bem :(

Continuação de muito mimo e patê para Dona Noémia 8)

N. said...

:)
ora aí está, tudo bem!Ou, pelo menos, a caminho do Tudo.

menina-alice said...

Obrigada a todas. As melhoras continuam visíveis a cada hora.

Margarete, eu deixava-te ter esperança na humanidade por saberes que alimento a minha bichana à mão (agora já não que o apetite voltou-lhe em força), mas está a custar-me um bocado deixar-te viver nessa ilusão...