July 06, 2007

operação Alice Vice: o olfacto

Como estava bom de ver, isto de o olfacto se re-apurar só podia dar mau resultado. Ontem à noite, no São Jorge, um concerto notável dos Tinariwen, quase impossível de aproveitar devidamente derivado aos (YES!!!) 50º C que sufocavam o local. A abundante freakalhada (o que acontece aos cães dos freaks quando eles vão para os concertos? é algo que me aflige sempre), alheia a estes pormenores do mundo civilizado, pulava e saltava em simulação de possessão demoníaca, batia as palminhas descompassadas da ordem, sempre transpirando que nem maratonistas - tudo directamente para o meu nariz. Na cadeira à minha frente, um jovem com uma t-shirt de cor indeterminada, exalava da cabeça um insuportável odor a sebo, misturado com a inevitável transpiração do fim de um dia tórrido, numa sala com condições do tempo da RDA.

E - porque não confessá-lo já? -, no outro dia, já no carro, depois do concerto dos Bajofondo Tango Club, senti-me incomodada pelo cheiro a fumo que me amortalhava o corpo. Não, não, não! Não estou, nem vou tornar-me fascizóide anti-tabagista. Isso é ponto de honra. O fumo na sala do concerto não me incomodou nada; aliás, até os medicinais me pareciam estar a cheirar bem.

Tudo isto para dizer que eu não preciso mesmo de mais olfacto e de mais paladar que os que já tinha. Se é para ter alguma coisa daquelas que alardeia a propaganda anti-tabagista, venha um fôlego de Éolo, que me faça o exercício físico parecer uma tarde no remanso da esplanada.

16 comments:

Abbie said...

:D Exercício com cheiro a tarde na esplanada? Também quero um fôlego assim. :)

João Lisboa said...

Alicinha, Alicinha... menos de uma semana depois do início da desnicotinização, a tua pituitária não pode estar asim tão, tão mais sensível... por outro lado, gabo-te a devoção de ir conviver com fricalhame pestilento a uma temperatura de 50º!... Não há Tinariwen que mereçam isso!

Scarlata said...

Andas meio atordoada pela falta de nicotina, é muito cedo para falar desses beneficios. Mas se te faz sentir melhor... ;)

menina-alice said...

Expliquei-me mal. O meu olfacto foi sempre quase-cirúrgico. O que sucede agora é que sofro por antecipação essa maldição do seu aumento. Ou seja, há duas ou três semanas, eu teria notado os mesmo maus cheiros que notei, mas não os associaria a esse futuro sombrio. Capicce?

E sim JLX, tens toda a razão, muito poucos mereceriam a exposição àquelas condições extremas.

Da tarde na esplanada não falava do cheiro, Abbie, mas antes dos reflexos dos esforços. :) Se bem que se o cheiro fosse esse...

lebredoarrozal said...

queres o cheirinho de alunas que não sabem o que é pasta dos dentes e muito menos desodorizante?queres, queres?

dolphin.s said...

queres andar de metro com 50º na rua e teres a altura dos sovacos??


ganhei!! >:P

muahahahah

menina-alice said...

Mas tu não gostas de calor, oh dolphina? >:>>>>

(curtiste, Lebre?) :D

dolphin.s said...

gosto. mas não gosto de sovacos :P

mas tu devias adorar aquela pub em que a gaja beijava o sovaco >:>>>>

menina-alice said...

Sabes que eu podia contar-te histórias sobre sovacos, rapariga, mas não pode ser assim em público... >:>>>>>

dolphin.s said...

LOOOOOOOOOOOOOOOOL

vá lá!!!

subias as audiências e n era à pala da isabel angelino!!

menina-alice said...

Se eu contasse ficavam a saber o mesmo que eu! :D

dolphin.s said...

e mete rexona à mistura?

menina-alice said...

Só em casos muito excepcionais. Não há nada que se não resolva com águinha e sabãozinho.

pennac said...

Dou-te 6 meses...que digo eu?! 6 semanas para seres uma feroz antitabagista. (se conseguires aguantar até lá, claro)

menina-alice said...

Repara, há duas situações que não podem ser confundidas. Uma é eu ser anti-tabagista - não vai acontecer. Outra é eu ter de levar com os outros - que só acontece muito excepcionalemente e não vai tornar-se regra agora. O meu conforto é mais importante que os meus princípios.

dolphin.s said...

eu não percebo é pq é que tem que ser sempre nos 2 extremos: ou pró ou anti.

não fumo e nunca fumei. detesto fumo.
posto isto - se estou a almoçar - NÃO ME MANDEM O FUMO PARA CIMA
nos elevadores mato quem fume.
no WC - corro o escritório até encontrar a alma que me obrigou a ter que estar fechada ali depois de ela ter deixado aquilo empestado de tabaco.

mas:

acho inacreditável que se proiba o fumo nas empresas sem se abrir espaços para fumadores.
acho ridículo que proibam o fumo num bar. é um lugar de lazer - para uns e outros. tenho renite e o fumo faz-me realmente mal, por isso, se eu consigo lidar com a coisa, só não lida quem está mesmo para embirrar.
e acho ridículo que se queira obrigar os estabelecimentos a serem anti-fumo.

mas que merda é esta? PIDE anti-tabaco? e a liberdade individual fica onde?
daqui a nada anda tudo com quase tanto medo de fumar como de falar mal do sócrates!