February 19, 2008

a partir dos 35 ou ficamos espertos ou mudamos de manicure

O tabú da recandidatura do Sócrates é tão oportuno e útil como o de o meu próximo post ser sobre gatas burras ou gajas boas.

2 comments:

Ana Cristina Leonardo said...

Não sabia que havia um tabú socrático mas já é a segunda vez que tropeço nele durante a minha volta pelos blogues antes de ir para a cama. qualquer coisa me escapou, portanto

menina-alice said...

Apareceu logo no debate pós-entrevista. O tabú candidatural é a palavra que vende, há muito jornalista / comentador que saliva mesmo que seja apenas com um aroma.