April 09, 2008

futebol e coloração

Só eu reparei que se passa algo estranho com a cor do cabelo do Gilberto Madaíl?

9 comments:

margarete said...

not me.

N. said...

Não. Eu estou sempre a dizer que aquilo é cor de diarreia...

menina-alice said...

Mas é pintado, não é? Aquilo parece-me muito fake...

N. said...

suponho que sim. Se não é pintado aquele escalpe devia ser doado à ciência para estudo e já.

martalx said...

deixa-me colocar a questão noutros moldes: quando é que o cabelo do madaíl não teve uma cor estranha?

menina-alice said...

Vamos dar de barato que eu aproveito para fazer cenas úteis sempre que dão notícias de futebol e que já se passaram uns bons 20 anos dos tempos em que tínhamos de estar sempre a ajustar a cor e o brilho da TV. Ontem o homem apareceu e eu vi que havia um diferença abissal entre a cor da barba e a do cabelo. Confesso que nunca tinha reparado muito no tipo, mas aquilo é muito à frente...

N. said...

não sei se dá para ver a imagem, googlei imagens e apareceu-me esta de 99 no 'espesso'.
http://clix.primeirasedicoes.expresso.pt/ed1410/fot/f1-pu13-var.jpg

a marta tem razão

João Lisboa said...

Reparaste tu e mais, praí, 5 000 000 de pessoas. No cabelo dele e, já agora, do Vítor Constâncio, do Fernando Ruas (o cappo das autarquias) e, se estivesse para me concentrar, mais um porradão deles.

Não sei o que têm eles contra os lindíssimos fios sedosamente prateados que adornam o crânio de alguns dos mais garbosos machos da espécie.

Grunhos foleirotes.

menina-alice said...

"googlei imagens e apareceu-me"

Pois é, nessa foto ele está todo castanhito. Agora está cor de abóbora. E, de facto, já tinha reparado no Fernando Ruas, mas no Vítor Constâncio, não.

O meu vizinho do lado - vi-o hoje -, tomou uma opção estranha que deve ser menos assumida, i.e., passou do branco que o adornava a um cinzento moribundo e com laivos de lilás. Será um complô dos fabricantes de tinta contra os homens que não querem assumir as cãs?